Há 30 anos, São Paulo alcançava sua 3ª final de Copa Libertadores

O São Paulo alcançou uma excelente vitória por 2 a 0 sobre o Internacional pela 4ª rodada do Campeonato Brasileiro e, de quebra, entrou no grupo dos clubes que se classificariam para a disputa da próxima Libertadores. Sonhando em voltar a maior competição do continente, o torcedor são-paulino tem uma boa recordação justamente nessa semana.

Na próxima sexta-feira, dia 12, o São Paulo comemora o aniversário de 30 anos do segundo e decisivo jogo contra o Cerro Porteño pelas semifinais da Copa Libertadores de 1993. Depois de vencerem a partida de ida por 1 a 0 no Morumbi, com gol de Raí, os comandados de Telê Santana enfrentaram uma verdadeira batalha no Paraguai.

Em um Defensores del Chaco completamente lotado, o Tricolor enfrentou uma excelente equipe comandada pelo ex-meia Paulo César Carpegiani e que contava com nomes como Mondragón, Gamarra e Arce. Atuando mal, o São Paulo contou com milagres de Zetti e Ronaldo Luís para sair com o empate por 0 a 0 e a vaga na grande decisão.

Então campeão do torneio, ao bater o Newell’s Old Boys, da Argentina, em 1992, o São Paulo chegava então a sua terceira final de Copa Libertadores da América. Antes, em 1974, o Tricolor parou no Independiente. Semanas depois daquele histórico empate, Telê e companhia conquistariam o bicampeonato sobre a Universidad Católica.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Relembre a campanha do São Paulo na Libertadores de 1993

Oitavas de final – Newell’s Old Boys – 0 a 2 e 4 a 0
Quartas de final – Flamengo – 1 a 1 e 2 a 0
Semifinais – Cerro Porteño – 1 a 0 e 0 a 0
Final – Universidad Católica – 5 a 1 e 0 a 2

Por fim, se curtiu a matéria não deixe de acessar com frequência o Portal do São Paulino.