Grupo com R$ 80 bilhões na conta quer levar lateral do São Paulo

Depois de perder o lateral-esquerdo Caio Paulista para o arquirrival Palmeiras no início desta semana, o São Paulo pode ver mais um atleta de seu elenco rumar para outro clube paulista. Segundo informações do portal ge.globo, o RB Bragantino tem o interesse na contratação do jovem Nathan, formado nas divisões de base do Tricolor.

Com a saída já confirmada do experiente Aderlan para o Santos, o Massa Bruta tem apenas Andres Hurtado como opção para o setor e agora busca um novo nome para o elenco do técnico Pedro Caixinha. Para isso, ofereceu 1,5 milhão de euros (cerca de R$ 8 milhões na cotação atual) para tirar Nathan do Morumbi.

As conversas, no entanto, estão estagnadas após o São Paulo fazer novas exigências. Por conta disso, a diretoria do Bragantino já mantém negociações com um alvo de nome ainda não revelado. O certo é que, seja por Nathan ou por um outro jogador, dinheiro não será problema para o fechamento da contratação.

Isto porque o Massa Bruta é comandado pelo empresário austríaco Mark Mateschitz, herdeiro de Dietrich Mateschitz, responsável pela criação do conglomerado Red Bull. Em seu portfólio, aparecem clubes como RB Leipzig, Red Bull Salzburg, New York Red Bulls. Sua fortuna é avaliada em US$ 16,5 bilhões (R$ 79,7 milhões).

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Torcida do São Paulo não aprovou negociação

Apesar de não ser considerado titular absoluto da lateral-direita, Nathan não teve sua possível venda aprovada pela maioria dos torcedores do São Paulo. Nas redes sociais, muitos reclamaram do fato do jogador possivelmente ser negociado na próxima janela de transferências.

“O São Paulo vai pagar quase 20 milhões em um atacante que joga improvisado de lateral e vai vender um lateral que é uma posição cada vez mais rara no futebol brasileiro”, disse um torcedor. Outro complementou: “Potencial imenso. Gosto bastante do Nathan, tem muito a melhorar. Não deveria sair por menos de R$ 15 milhões”.

Por fim, se curtiu a matéria não deixe de acessar com frequência o Portal do São Paulino.