Grande novidade sobre Galoppo e Calleri deixará a torcida do SPFC muito feliz

Com o fina de temporada se aproximando cada vez mais, a diretoria do São Paulo já co eça a pensar em 2024. O clube quer se reforçar para a disputa da Libertadores da América, torneio que não disputa desde 2021.

Visando um possível tetracampeonato, Dorival Júnior já indicou possíveis nomes que podem acabar sendo contratados pelo clube. Além do mais, o Tricolor contará com o retorno de dois craques, que podem vir a se tornarem “reforços internos”.

Trata-se do meia Giuliano Galoppo e do atacante Jonathan Calleri. O primeiro vinha sendo uma das principais peças de Rogério Ceni no começo do ano, mas acabou se machucando gravemente durante as quartas de final do Campeonato Paulista.O atleta passou por uma cirurgia de correção do ligamento cruzado anterior e empolga os torcedores por sua volta.

Por outro lado, Calleri jogou praticamente o ano todo com um problema no tornozelo. Após o título da Copa do Brasil, decidiu realizar uma cirurgia para se livrar de vez da lesão que o  incomodava. 

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Dupla de argentinos deve estar 100% para 2024

De acordo com informações divulgadas pelo jornalista Alexandre Zanquetta, Calleri está aprimorando sua forma física após o procedimento no tornozelo direito. Além dos trabalhos junto aos preparadores físicos, ele já realizou atividades em campo com o grupo, mas com limitações como o próprio contato excessivo.

Galopou também está treinando com o restante do plantel, e assim como seu compatriota, ainda está restrito a certos movimentos e contatos físicos mais intensos. Sua lesão foi muito mais séria, e necessita de acompanhamento frequente.

Com a evolução de ambos, a dupla argentina deve estar 100% recuperada para o início da pré-temporada do São Paulo. O meia marcou oito gols e distribuiu duas assistências em somente 11 jogos no ano, enquanto Calleri é o artilheiro do time com 14 gols e seis assistências em 44 partidas.