Goleiro que abandonou o São Paulo e virou especialista em bola parada pode reforçar o Corinthians

O Corinthians vive uma situação complicada dentro e fora de campo. Além dos problemas em meio a denúncias de desvio de dinheiro e rompimento com patrocinador máster, a equipe está perto de perder o goleiro titular.

Isso porque Carlos Miguel deve se transferir ao Nottingham Forrest, da Inglaterra. O arqueiro se tornou titular recentemente após a saída de Cássio, mas deve sair após pagamento da multa rescisória. Isso acaba deixando o clube em maus lençóis e na busca por um novo goleiro.

Alguns nomes foram oferecidos ao Alvinegro, que também partiu  para uma busca própria dentro do mercado da bola. Vale destacar que o Corinthians só poderá contratar novos jogadores a partir da abertura da janela de transferências, marcada para o dia 10 de julho. 

Um deles foi Santos, veterano de 34 anos que defende as cores do Fortaleza. Com passagens por Athletico-PR e Flamengo, o medalhista olímpico (ouro com o Brasil) em Tóquio-2020 está na mira do Alvinegro através de indicação do técnico  António Oliveira. Ambos trabalharam juntos em 2021 no clube paranaense, e por não estar jogando, uma transferência é bem possível.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Outro que chegou a ser oferecido foi o mexicano Guillermo Ochoa, de 38 anos. Ele é conhecido por suas atuações memoráveis com a seleção do México nas cinco Copas do Mundo que disputou. Ele deve ficar livre no mercado após o final de junho, uma vez que não renovará com a Salernitana, da Itália.

Volpi pode parar no Corinthians

Apesar de não ter sido um nome procurado, alguns torcedores sugeriram a contratação de Tiago Volpi, que defendeu as cores do São Paulo de 2019 a 2022. O arqueiro atua pelo Toluca, do México, onde se tornou um especialista em cobranças de bola parada. Possui um valor de mercado avaliado em 1,80 milhão de euros, ou seja, algo em torno de R$ 10,5 milhões na cotação atual. 

Vale destacar que o arqueiro está feliz no México e um retorno ao Brasil é improvável. Além disso, o Corinthians sequer consultou os mexicanos sobre a situação e não demonstrou nenhum interesse momentâneo, ou seja, não passa de uma especulação dos torcedores alvinegros.