Globo terá prejuízo com as Olimpíadas de Paris, mesmo arrecadando R$ 450 milhões

Os Jogos Olímpicos de Paris se tornaram um dos eventos mais aguardados pelo público neste ano. Com início em julho, o torneio conseguiu prover R$ 450 milhões à TV Globo, única emissora do Brasil que tem os direitos de transmissão do evento. Mesmo assim, a expectativa é que as Olimpíadas devem causar prejuízo na empresa. A informação foi divulgada pelo portal “No Ataque”.

A Globo já encaminhou alguns contratos de publicidade com grandes empresas, como a Ambev, Nivea, Claro e Piracanjuba. Cada uma delas pagou cerca de R$ 67,5 milhões para fechar a parceria.

Para as plataformas pagas da emissora (GloboPlay e SporTV), a Globo fechou contratos com a  XP Investimentos, KTO e Netshoes. O valor do patrocínio é menor em relação ao contrato da TV aberta, chegando a R$ 33,5 milhões cada.

Ou seja, somados todos os acordos, a emissora arrecadou aproximadamente R$ 438 milhões. Vale destacar que a emissora ainda pode fechar mais contratos no decorrer dos meses.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Apesar do alto valor, a tendência é que a Globo tenha prejuízo com os Jogos Olímpicos de Paris. Isso porque o custo operacional de envio de profissionais à Europa e cobertura de 24 horas do torneio é alto, superando o que foi arrecadado. Vale lembrar que o valor desembolsado é em dólar.

Transmissão dos Jogos Olímpicos no Brasil

As Olimpíadas têm início marcado para o dia 26 de julho. Como mencionado anteriormente, somente a Globo poderá exibir os esportes no Brasil, e deve contar com mais de 200 horas somadas em transmissões ao vivo.

O SporTV contará com quatro canais que irão transmitir os jogos, com um deles contando com sinal 4K. O canal fechado contará com pouco mais de 500 horas de sinal ao vivo, ou seja, exibirá toda a competição ao Brasil.