Globo assina contrato bilionário e inclui o São Paulo no documento

Dia de grande novidade nos bastidores da Libra (Liga do Futebol Brasileiro). O grupo, que conta com o São Paulo como um de seus fundadores, fechou um acordo com a Rede Globo para exibição de seus jogos como mandantes nas edições de 2025 a 2029 do Brasileirão. Para isso, a emissora pagará R$ 2 bilhões por ano.

O dinheiro arrecadado com a venda dos direitos de transmissão da Libra será distribuído entre os clubes da seguinte forma: 40% de forma igualitária, 30% por performance e 30% por audiência. Assinaram o acordo os seguintes clubes: Atlético-MG, Bahia, Flamengo, Grêmio, Palmeiras, Red Bull Bragantino, Santos, São Paulo e Vitória.

Também fundador da Libra, o Corinthians optou por não aceitar a proposta da Globo neste momento. As negociações entre o grupo e a emissora carioca aconteciam desde o fim do ano passado. O contrato atual de direitos do Brasileirão termina em dezembro deste ano.

Diretor de Direitos da Globo, Pedro Garcia falou sobre a negociação: “Como uma das maiores investidoras históricas do esporte brasileiro, a Globo entende o futebol como um ativo estratégico para nossos produtos, uma paixão dos brasileiros que incentivamos e valorizamos. Este acordo é a sinalização da nossa crença no futebol nacional”.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Presidente do São Paulo celebrou acordo

Atual presidente do São Paulo, Julio Casares foi um dos muitos dirigentes que celebraram o aguardado acordo da Libra com a Globo. Segundo ele, a assinatura do contrato mostra a eficiência da Libra. Agora, o mandatário são-paulino diz sonhar com a união dos principais clubes do país e a formação da Liga Brasileira.

“É um momento importante por podermos celebrar esse acordo de cinco anos com a Globo, uma empresa que é referência mundial na cobertura e transmissão de eventos esportivos. Esse contrato mostra também o eficiente trabalho da Libra e o reposicionamento dos clubes no mercado. Agora nossa prioridade é a união dos clubes”, disse.

Por fim, se curtiu a matéria não deixe de acessar com frequência o Portal do São Paulino.