Gerson fechou contrato para jogar no São Paulo e torcida ficou feliz da vida

Um dos clubes mais vitoriosos do futebol brasileiro, o São Paulo também se orgulha em ostentar uma farta lista de grandes ídolos. Um deles passou pelo gramado do Morumbi para fazer história no fim da década de 1960 e início dos anos 1970: o meia Gerson, chamado de “canhotinha de ouro” pela sua extrema qualidade na perna esquerda.

Revelado pelo Flamengo, clube que defendeu entre 1959 e 1963, Gerson acabaria encontrando o estrelato em um eterno rival do rubro-negro: o Botafogo. Atuando com Garrincha, Zagallo, Jairzinho e companhia, o meia acumulou inúmeros títulos pelo Alvinegro, com destaque para o título do Campeonato Brasileiro de 1968.

Em 17 de julho de 1969, após seis anos de sucesso no Botafogo, ele seria negociado com o São Paulo para se tornar ídolo também no Morumbi. Ao todo, foram 76 partidas com a camisa são-paulina e 12 gols marcados até 1971, com dois títulos do Campeonato Paulista no período.

Gerson só deixaria o clube para realizar o seu sonho de infância: atuar no Fluminense, seu clube do coração. Por lá, conquistaria mais um título estadual antes de encerrar sua vitoriosa carreira em 1974. Hoje, o ex-meia é comentarista na Super Rádio Tupi e também possui um canal oficial no Youtube, onde fala sobre os jogos de cada rodada.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Relembre os números de Gerson pelo São Paulo

  • Temporada 1969: 11 jogos disputados e quatro gols marcados
  • Temporada 1970: 25 jogos disputados e dois gols marcados
  • Temporada 1971: 40 jogos disputados e seis gols marcados
  • Total: 76 jogos disputados e 12 gols marcados
  • Títulos: Campeonato Paulista 1970 e 1971

Por fim, se curtiu a matéria não deixe de acessar com frequência o Portal do São Paulino.