Galoppo não perde mais tempo e toma iniciativa para ir embora do São Paulo

Recuperado de uma grave lesão no joelho desde o começo do ano, Giuliano Galoppo está à disposição do técnico Thiago Carpini para a sequência da temporada. Todavia, o treinador não aparenta ser um entusiasta do futebol do argentino.

Caso não ganhe mais minutos sob o comando de Carpini, Galoppo considera deixar o São Paulo a partir da janela de transferências do meio do ano. De acordo com informações divulgadas pelo UOL Esporte, o meia acertou com uma agência que mantém boas relações com o futebol italiano. 

Galoppo tem passaporte italiano e, inclusive, já foi cotado para vestir a camisa da “Azzurra” no ano passado. Com o documento europeu em mãos, sua contratação é ainda mais fácil, já que ele não ocuparia a vaga de um jogador extracomunitário.

Ainda de acordo com o mesmo veículo citado, sua preferência é continuar no São Paulo, mas caso não receba mais chances em campo, ele não descarta uma mudança de ares. A janela de transferências do verão europeu é a mais movimentada do ano, e ele não queria perder a oportunidade.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Galoppo demonstra polivalência e mesmo assim não tem chances

Polivalente, Galoppo atuou em diversas posições no SPFC, variando desde ponta e meia até como um “falso nove” dependendo da necessidade da equipe. Pelo Banfield, clube o qual defendia antes de desembarcar na capital paulista, jogava como um “camisa 8”.

O argentino se recuperou de uma lesão grave sofrida no Paulistão do ano passado. Em oito partidas disputadas, marcou um gol, de pênalti. Ele não vem sendo utilizado por Carpini, e a última vez que entrou em campo foi em 14 de fevereiro, durante a derrota para o Santos, no MorumBis.

Ele foi contratado na metade de 2022 por US$ 4 milhões (R$ 21,2 milhões na época). Disputou 40 partidas pelo clube até então, com dez gols marcados. Antes de se machucar e 2023, ele era o artilheiro isolado da equipe.