Fracassou no São Paulo e agora pode fazer a lei do ex pelo Talleres

O São Paulo volta a disputar a Libertadores da América nesta quinta-feira (4), quando enfrenta o Talleres, às 21h, no Estádio Mario Alberto Kempes, em Córdoba, na Argentina.

O Tricolor é cabeça de chave do Grupo B, que ainda conta com o Barcelona, do Equador, e Cobressal, do Chile.

Ambos os times vivem momentos opostos. Se por um lado os argentinos estão muito bem na temporada, os brasileiros estão cada vez mais pressionados, em especial o técnico Thiago Carpini, chamado de “burro” pela torcida durante a eliminação para o Novorizontino no Campeonato Paulista, em pleno MorumBis. 

A missão do treinador de 39 anos não será fácil, já que além do forte adversário, terá que enfrentar a famosa “lei do ex”. Isso porque o Tricolor se reencontrará com o atacante Nahuel Bustos, que defendeu o clube em 2022.

O jogador pertencia do Grupo City e acabou emprestado ao São Paulo na metade da temporada. O atleta não foi bem sob o comando de Rogério Ceni, que preferia outras opções no comando do ataque tricolor.

Bustos deixou o MorumBis com apenas um gol marcado. Por opção própria, pediu para que seu contrato fosse interrompido, já que não tinha perspectivas de ganhar mais minutos dentro de campo.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Acabou retornando ao Talleres, que foi o clube que o revelou ao esporte. A fase também não é das melhores, e ele busca retomar seu futebol que o credenciou a jogar na Europa há alguns anos. Enquanto isso, enxerga o SPFC como uma passível vitima nesta quinta. 

Vitória simples garante SPFC na liderança provisória do grupo

Como Barcelona e Cobressal empataram em 1 a 1 nesta terça (2), basta uma vitória simples para qualquer um entre São Paulo e Talleres assumirem a liderança do grupo. Logo, a tendência é que seja uma partida disputada.