Foi vendido pelo São Paulo e acabou escanteado


No final da temporada passada, o São Paulo acertou a venda em definitivo do goleiro Thiago Couto, além do empréstimo do meia Pedro Vilhena, ambos cedidos ao Sport. Contudo, a situação do arqueiro vem sendo comentada pela torcida.

Vale destacar que Thiago Couto foi titular absoluto do Juventude na temporada passada, e chegou ao Sport com status de estrela em ascensão.  Assinou com o clube recifense por quatro temporadas, mas desde então, não vem atuando de maneira frequente. Ainda não conquistou sua vaga entre os onze iniciais. 

A torcida, que se empolgou com o anuncio do goleiro, começou a questionar a decisão da diretoria. Em meio a isso, o clube vem brigando ponto a ponto para retornar à Série A do Campeonato Brasileiro

Situação de Pedro Vilhena

Além do goleiro, Pedro Vilhena, outro que é criado e formado nas categorias de base de Cotia, também vem passando pela mesma situação. O Tricolor acreditava que o empréstimo serviria para dar rodagem ao atleta. Mas assim como Thiago Couto, ele não conquistou a vaga entre os titulares. 

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Enquanto isso, a diretoria do Tricolor espera que Vilhena dê a volta por cima no Sport até o final da temporada, data de encerramento de seu empréstimo. Posteriormente, ele poderá tanto retornar ao SPFC e jogar no profissional, quanto ser emprestado ou negociado em definitivo.