Foi dispensado pelo São Paulo e agora negocia com campeão da Libertadores

A pedido do técnico Dorival Júnior, o São Paulo fará uma “limpa” em seu elenco. O treinador deseja trabalhar com um grupo menor de jogadores, facilitando o manejo dos atletas e incentivando ainda mais competição. O Tricolor terminou com 41  atletas no plantel,  e quer reduzir o número para cerca de 26.

O primeiro a dar adeus ao Morumbi foi o goleiro Felipe Alves, que estava emprestado junto ao Fortaleza. A comissão técnica acredita que está bem servida no setor e optou em não renovar o vínculo com o veterano de 35 anos. 

Livre no mercado, o arqueiro pode assinar um vínculo com qualquer clube a custo zero. E de acordo com informações divulgadas pelo jornalista André Hernan, seu destino deve ser o Rio de Janeiro, mais precisamente o Fluminense. Vale lembrar que ele já trabalhou com Fernando Diniz anteriormente. 

“Fluminense e Felipe Alves estão negociando, conversas devem se intensificar após o Mundial. Goleiro está livre no mercado após deixar o São Paulo. Felipe Alves e Diniz trabalharam juntos em vários clubes, entre eles o Audax finalista do Paulistão”, divulgou o jornalista através de sua conta oficial no X (antigo Twitter).

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Peça importante em 2022, Felipe Alves sequer jogou em 2023

O goleiro foi um pedido do então técnico Rogério Ceni na metade do ano passado. Acabou sendo muito importante na campanha finalista da Copa Sul-Americana, sendo decisivo nas disputas de pênalti contra Ceará e Atlético-GO, pelas quartas e semifinais do torneio, respectivamente.

Após a contratação de Rafael, ele acabou perdendo espaço, e sequer foi relacionado na grande maioria dos jogos no ano. O jogador também teve problemas de indisciplina, que acabaram irritando a comissão técnica de Dorival.

Hernan também reforçou que ele foi oferecido ao Fluminense através de intermediários, e como já havia trabalhado com o goleiro, Diniz gostou da idade e deve fechar o negócio após a final do Mundial de Clubes.