Foi contratado mês passado e Corinthians já pode demitir

Visando dar uma cara nova ao clube, o presidente Augusto Melo contratou Fabinho Soldado para ser o novo executivo de futebol do Corinthians. Anteriormente, ele trabalhava no Flamengo como gerente do departamento. Mesmo estando no clube há pouco mais de um mês, a relação entre as partes pode acabar de maneira precoce.

Segundo informações divulgadas pelo jornalista Benjamin Back, Fabinho não tem mais clima para trabalhar no Parque São Jorge. Ele vem sendo criticado por diversos profissionais, muito por conta de sua suposta arrogância, além da relação ruim com os empresários dos atletas.

Além do suposto problema com os agentes, o dirigente também não teria a melhor das relações com os próprios jogadores. Os setores jurídico e administrativo também não aprovam a conduta do cartola. 

Além de tudo o que foi dito, seus vencimentos mensais são muito acima quando comparado aos outros profissionais do mercado. Ele embolsa algo em torno de R$ 250 mil, algo que também incomoda internamente.

Augusto Melo defende a permanencia de Fabinho

Indo em direção contrária à maré, o presidente Augusto Melo banca a permanência de Fabinho, pelo menos por enquanto. O ex-diretor do Flamengo tem ainda mais funções dentro do clube paulista, já que participava do setor operacional no Rio de Janeiro. Na capital paulista, também é responsável por negociações.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Fabinho foi um ex-jogador do Flamengo e exerce o cago de dirigente desde 2022. Depois de pendurar as chuteiras, foi contratado para integrar o depatajeni de scout do Rubro-Negro ainda em 2017. Por hora, ainda deve manter o cargo no Corinthians, apesar do clima. Contudo, Augusto Melo pode mudar de ideia a qualquer momento por pressão interna.