Foi considerada a melhor contratação do São Paulo e agora está decepcionando

No início da temporada, o São Paulo participou de um leilão para realizar a compra de Wellington Rato, que estava valorizado após boa temporada no Atlético-GO. Foi um pedido do próprio Rogério Ceni, que queria contar com um atleta que jogasse pelos lados do campo e com boa batida na bola.

Passada meia temporada, Rato vem caindo cada vez mais de produção, após um bom início de ano. Por sinal, ele vem alternando entre titular e reserva nas últimas partidas. Com Ceni, era titular absoluto da meia direita.

No Paulistão, foi um dos principais garçons da equipe, distribuindo três passes para gol, contra  Portuguesa, Santo André e Santos.Sempre se destacou pela sua habilidade na bola parada.

Em 13 duelos disputados pelo Paulistão, Rato começou entre os onze iniciais em 12 delas. Além das três assistências, marcou um gol. Após a chegada de Dorival Júnior, disputou 17 jogos, sendo 10 como titular. Deu duas assistências e um gol.

No último domingo (13), contra o Flamengo, no Maracanã, Rato foi protagonista de um lance que enfurece a torcida são-paulina. Ele recebeu bom passe de James Rodríguez, mas desperdiçou uma chance cara a cara com o goleiro, que poderia ter ampliado o placar para 2 a 0. Pouco tempo depois, Pedro, de pênalti, empatou.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Rato pode perder sua titularidade de uma vez por todas

A queda no rendimento do meia coincide com as chegadas de Lucas Moura e James, que deverão ser titulares absolutos do Tricolor. Portanto, não será nenhuma surpresa caso o atleta perca de vez sua vaga entre os 11 iniciais.

Nesta quarta-feira (16), Wellington Rato terá mais uma chance de provar o porque foi escolhido como a melhor contratação do SPFC no início do ano. O Tricolor recebe o Corinthians, às 19h30, no Morumbi, pela volta da semifinal da Copa do Brasil. Como Luciano está suspenso, ele deve começar a partida, a não ser que Dorival escale James desde o começo, algo improvável por conta de sua condição física.