Flamengo deixou o São Paulo no bolso em receitas e lucrou muito mais em 2022

Dois dos maiores clubes do futebol brasileiro, Flamengo e São Paulo decidirão a Copa do Brasil na tarde deste domingo, dia 24 de setembro. Há uma semana, mesmo em um Maracanã absolutamente tomado por torcedores do Rubro-Negro, a equipe comandada por Dorival Jr. bateu o rival pelo placar de 1 a 0, com gol de Calleri.

Se a diferença dentro de campo está balançando para o São Paulo, no quesito finanças a vitória é, de longe, do Flamengo. Segundo dados levantados pela Sports Value, o Tricolor arrecadou pouco mais da metade do que o Rubro-Negro embolsou em 2022: R$ 657 milhões contra incríveis R$ 1,2 bilhões.

Do lado flamenguista, as principais arrecadações foram direitos de TV e premiações, patrocínios, transferências, bilheteria, clube social, licenciamentos e sócio-torcedor. Importante lembrar que o Flamengo, ainda com Dorival Jr. como técnico, acabou campeão da Copa do Brasil e da Libertadores da América em 2022.

Mesmo distante do histórico rival, o São Paulo também teve razões para comemorar. Apresentando um crescimento de 38% nas receitas em comparação aos números de 2021, o Tricolor fechou o ano passado com superávit de R$ 37 milhões. A dívida ainda caiu 9%, chegando a casa dos R$ 587 milhões.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Frente a frente na decisão da Copa do Brasil, os clubes terão um importante duelo também financeiro. Quem ficar com a sonhada taça, levará para casa a maior premiação já paga pela CBF na história do torneio: R$ 70 milhões. O vice-campeão receberá “apenas” R$ 30 milhões.

Por fim, se curtiu a matéria não deixe de acessar com frequência o Portal do São Paulino.