Fim de uma era, Dorival Júnior encerra ciclo no São Paulo após derrota para o Inter

Nesta quarta-feira (13), o São Paulo foi a Porto Alegre e perdeu, de virada, por 2 a 1 para o Internacional, no Beira-Rio, pelo Campeonato Brasileiro. Com o resultado negativo, o Tricolor caiu para o 12° lugar, com 28 pontos conquistados.

O SPFC vem dando prioridade aos torneios de mata-mata, e não é à toa que alcançou a final da Copa do Brasil. Com isso, o desempenho no Brasileirão vem sendo bastante frustrante, já que acumula sete vitórias, sete empates e oito derrotas. Por sinal, não vence há sete duelos.

Com a derrota para o Colorado, Dorival Júnior quebrou um ciclo que durava há anos no São Paulo. Isto porque o Tricolor não sabia o que era derrota no Beira-Rio desde 2019, quando perdeu de 1 a 0.

De lá para cá, o São Paulo se impôs jogando longe do Morumbi, e acumula dois empates e uma vitória. Considerando o histórico dos últimos dez confrontos entre os times, são quatro triunfos para os paulistas, dois empates e quatro derrotas para os gaúchos. Confira o histórico detalhado na imagem a seguir:

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

WhatsApp Image 2023 09 14 at 10.08.22.jpeg

SPFC se complica no Brasileirão e Copa do Brasil pode ser a única salvação

Como todos sabem, o preço de focar em competições mata-mata é que um dos torneios deve ser “deixado para trás”. No caso do Soberano, o Campeonato Brasileiro ficou como a terceira opção de Dorival Júnior.

O clube focou na Copa do Brasil, na qual fará a final contra o Flamengo, e na Copa Sul-Americana, sendo eliminado nas quartas de final para a LDU. Com um desempenho frustrante e amargando o 12° lugar na tabela, as chances de alcançar a Libertadores via Brasileiro são praticamente nulas.

Isto porque a primeira equipe dentro da zona de classificação para a próxima Libertadores é o Athletico-PR, que possui 37 pontos, nove a mais que o Tricolor. Logo, apenas uma conquista de título da Copa do Brasil pode salvar mais uma temporada decepcionante. Vale destacar que sob a gestão de Julio Casares, o clube jamais se classificou ao maior torneio da América do Sul.