Ferreirinha revela que “fugiu” para o Beira-Rio

Nesta terça-feira (9), o atacante Ferreirinha, ex-Grêmio, foi oficializado como o mais novo reforço do São Paulo para a temporada. Na entrevista de apresentação à SPFC Play, o atleta revelou que sempre torceu para o Tricolor do Morumbi, e não deixou de contar uma história curiosa.

Na ocasião, Ferreira foi até o Beira-Rio, estádio do Internacional, maior rival do Grêmio, para acompanhar uma partida do São Paulo. Vale destacar que ele ainda estava nas categorias de base do Grêmio na época. 

“Eu era da base do Grêmio, fui com um amigo meu que também era são-paulino, jogava na base, e o empresário dele tinha um camarote no Beira-Rio. A gente conseguiu ir escondido para não dar prejuízo para nós, mas era um jogo que eu não podia perder, um dos últimos jogos do Rogério [Ceni] vestindo a camisa do São Paulo. Se não me engano, foi em 2014. Estou contando agora, ninguém sabia. Fui quietinho e para mim foi a maior lembrança”, contou Ferreirinha em entrevista à SPFC Play.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Pais de Ferreirinha falam do amor do filho pelo SPFC

Com 26 anos de idade e muita lenha para queimar, Ferreirinha chega sob grandes expectativas da torcida e diretoria. Assinou um contrato até o final de 2027, e chegou a ser disputado com o Bahia, que até ofereceu mais dinheiro ao atleta. Contudo, o lado são-paulino falou mais alto na escolha. 

Por sinal, a própria Rosimar, mãe de Ferreirinha, contou que o amor pelo manto tricolor vem desde criança.“Sempre ele pedia, quando fazia aniversário: ‘Mãe, quero o tema do São Paulo’”, disse, antes do pai completar:

“Já nasceu são-paulino também, né? Toda festa tinha que ter tema do São Paulo. Não tinha homem aranha, não tinha nada. Era futebol e São Paulo”, revelou Aldemir.

Por sinal, o próprio São Paulo utilizou imagens de uma das festas de aniversário do jogador para anunciá-lo nas redes sociais.