Federação pode anular São Paulo x Santos após polêmicas no clássico?

Na noite desta quarta-feira (14), o São Paulo recebeu o Santos e perdeu por 1 a 0, no Morumbis. O único gol da partida foi marcado por Otero, de pênalti. A partida envolveu muita polêmica antes mesmo do apito inicial.

Isso porque assim que saiu a escala da arbitragem, o Santos postou uma nota oficial direcionada à Federação Paulista de Futebol (FPF) pedindo imparcialidade da árbitra Edina Alves. A reclamação foi decorrente a uma partida entre ambas as equipes ainda em 2022, quando o Tricolor venceu por 3 a 0.  Na ocasião, a própria FPF admitiu que Edina errou em não marcar dois pênaltis. 

Nesta quarta-feira, Edina anulou um gol de Érick aos 43 minutos do segundo tempo, que daria o empate no Morumbis. Além disso, suas decisões foram muito questionadas pela torcida. Em entrevista após o jogo, o presidente Julio Casares comentou sobre a nota emitida pelo Santos. 

“Uma nota antes do jogo remete ao futebol antigo. A FPF precisa preparar os árbitros psicologicamente. Não é uma nota que pode desestabilizar um árbitro. Acho profundamente lamentável a atuação de hoje. Não é um choro pelo resultado, mas temos que preparar os árbitros para que, psicologicamente, entrem em campo sem influência de uma nota. Venho com serenidade dizer que lamentamos profundamente a arbitragem de hoje. Ela não deixou a bola rolar”, disse o mandatário.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Casares detona arbitragem

Além disso, Casares analisou que a atuação da arbitragem foi “insegura”, e deixou claro seu ponto de vista acerca do clássico. Vale destacar que não há nenhuma chance do jogo ser anulado ou algo do tipo. 

“Mas a arbitragem, hoje, se mostrou insegura, picotou o jogo, foi desproporcional… Marcou faltas a favor do adversário em relação ao São Paulo. Em lances capitais, o VAR chamou. Para mim, o pênalti foi rigoroso demais. A arbitragem, inclusive, estava mal posicionada, teve um lance em que o Pablo [Maia] estava de frente para o gol. A gente lamenta”, finalizou.