Fechou! Raí está de volta e vai jogar pelo São Paulo

Considerado como o maior camisa 10 da vitoriosa história do São Paulo, o ex-meia Raí, hoje com 58 anos de idade, está de volta ao clube onde brilhou na década de 90. Mesmo que apenas por um dia. Aposentado dos gramados, o ídolo será o reforço especial do time de lendas do Tricolor no ‘Reencontro de Gigantes’ neste mês.

Único clube brasileiro a conquistar o tricampeonato mundial, o São Paulo realizará um grande evento no estádio do Morumbi para celebrar os ídolos das vitoriosas campanhas de 1992, 1993 e 2005. E Raí se juntará a um verdadeiro elencos de estrelas que irão representar as cores são-paulinas contra um time de ex-astros do Milan.

Além dele, o São Paulo contará com as presenças de Zetti, Marcos Bonequini, Cafu, Lugano, Fabão, Júnior, Cicinho, Válber, Ronaldão, Josué, Hernanes, Richarlyson, Jorge Wagner, Kaká, Palhinha, Aloísio Chulapa, Amoroso, Elivelton e Dodô. Outros nomes ainda podem ser confirmados antes da bola rolar no dia 16.

Do outro lado do campo, o clube italiano será representado por nomes como Dida, Roque Júnior, Panucci, Zaccardi, Serginho, Costacurta, André Cruz, Martin Laursen, Digão, Seedorf, Emerson, Angelo Carbone, Brocchi, Guly e Ricardo Oliveira. Também ídolo do Milan, Kaká atuará um dos tempos com a camisa do Rossonero.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Ex-São Paulo celebrou encontro de lendas

Atleta do São Paulo entre 1996 e 1999, o ex-lateral Serginho encontrou o auge de sua carreira no Milan. Em nove temporadas na Itália, ele acumulou 25 gols em 280 partidas e conquistou inúmeros títulos, entre eles dois da Liga dos Campeões da Europa. Ele será um dos representantes do clube no ‘Reencontro de Gigantes’.

Em entrevista, Serginho revelou a alegria de encontrar amigos no embate: “Promover um encontro histórico como esse, com grandes atletas de duas equipes tradicionais, é uma celebração ao esporte.Terei a sorte de jogar mais uma vez no Morumbi e entre amigos, tanto dos tempos de São Paulo quanto de Milan”.

Por fim, se curtiu a matéria não deixe de acessar com frequência o Portal do São Paulino.