Ex-São Paulo vence a Globo na Justiça e consegue bolada

Após decisão oficial da Justiça, a Globo pagou uma indenização ao goleiro Sidão, após o caso que se tornou famoso em 2019 envolvendo a entrega do prêmio “Craque do Jogo”. A informação foi divulgada inicialmente pelo jornal “Folha de São Paulo”. Ele receberá o valor de R$ 60 mil pela ação.

O processo teve início em 2020, pouco tempo depois do ocorrido. No ano passado, a emissora foi condenada a pagar o atleta de 40 anos de idade, e apesar de ter entrado com recurso em todas as instâncias, perdeu em todas as oportunidades. Nesta temporada, ele atuou pelo Azuriz, do Paraná.

Entenda o caso

O ocorrido foi no dia das mães de 2019, após a partida entre Santos e Vasco, disputada no Pacaembu. O arqueiro defendia a equipe carioca, e não foi bem no duelo, que acabou com uma derrota por 3 a 0 para os mandantes. 

Na época, a Globo realizava uma votação pela internet para escolher o melhor jogador da partida. Para ironizar e tirar um sarro com a atuação de Sidão, os internautas o escolheram como o “Craque do Jogo”.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

A repórter, que estava claramente desconfortável com a situação, entregou o prêmio ao jogador, que também se mostrou descontente com a situação. Os representantes legais de Sidão alegaram que ele foi colocado em uma posição de “humilhação e constrangimento em rede nacional”, pedindo um valor de R$ 1 milhão no processo.