Ex-São Paulo vence a Globo na Justiça e cobra bolada

Depois de passagem pelo São Paulo, o goleiro Sidão atualmente defende as cores do Concórdia, de Santa Catarina. E depois de um episódio que ficou famoso pelo Brasil, ele entrou com ações para receber valores da indenização contra a Rede Globo. Segundo informações divulgadas pelo ‘Blog do Perrone’, o arqueiro começou os trâmites para embolsar uma bolada.

Primeiramente, o valor da indenização era de R$ 30 mil. Entretanto, após atualização da Justiça, as cifras podem chegar a R$ 59.640,52, por conta de juros, honorários e outros pontos abordados. Até então, a Globo não emitiu nenhuma nota sobre o ocorrido, e deve continuar mantendo a mesma postura.

A disputa entre o ex-goleiro do Tricolor e a maior emissora do país começou em fevereiro de 2021. Na ocasião, Sidão cobrou R$ 1 milhão por danos morais, depois do episódio envolvendo o prêmio de “Craque do Jogo”.

No caso, ele acabou falhando em gols do Santos, em uma partida pelo Campeonato Brasileiro de 2019. Como a votação era pública através da internet, diversos torcedores votaram em Sidão como uma forma de provocação.

Em 24 de julho deste ano, o Tribunal de Justiça de São Paulo negou a aplicação de um recurso pela Globo, que não queria pagar a indenização para Sidão. Logo, a quantia aplicada foi de R$ 30 mil.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Sidão cobra bolada, mas emissora ainda não cedeu

Segundo Perrone, o goleiro solicitou à Justiça que a sentença fosse cumprida, visando o recebimento do valor em questão e dar um ponto final no caso contra a emissora. Entretanto, os representantes legais do atleta pediram uma intimação à Globo. A rede tinha que desembolsar R$ 60 mil ao goleiro em 15 dias, e caso os valores não fossem pagos, correm risco de bens penhorados.

O caso ainda não teve um fim decretado, já que a Globo pode enviar uma impugnação relativa aos valores extra que foram cobrados.