Ex-São Paulo quase ficou milionário com à venda de Lucas Moura

Lucas Moura se tornou um dos grandes ídolos recentes da torcida do São Paulo. O meia-atacante retornou ao clube de coração depois de uma década atuando em clubes como o Paris Saint-Germain, da França, e o Tottenham, da Inglaterra.  Logo após voltar ao Morumbi, Lucas entrou para história e conquistou a Copa do Brasil do ano passado, a primeira da história do clube. Neste ano, foi campeão da Supercopa Rei em cima do Palmeiras.

Antes mesmo de se tornar uma estrela no time profissional, Lucas já era observado de perto. Campeão da Libertadores da América e do Mundial de Clubes de 2005, o ex-volante Renan era um dos interessados.

Durante participação no programa “Fim De Papo”, do portal UOL Esporte, ele revelou que chegou a  pensar em comprar o passe do meia-atacante ainda em 2007, junto ao ex-lateral Mauricinho. Vale destacar que Renan tinha saído do Al-Ittihad, da Arábia Saudita, e buscava retomar sua forma física na equipe sub-17 do São Paulo, período em que jogou com Lucas.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

“Eu voltei do Al-Ittihad no início de 2008. Quando voltei, fiquei treinado em Cotia: treinava com o sub-17 e com ele diariamente. A gente fez uma amizade, era um moleque extrovertido. Treinava lá o Maurinho, o lateral-direito. Um dia, falei para o Maurinho: ‘Está com dinheiro sobrando? Porque eu nem tenho. Vamos investir nesse menino porque ele é muito bom, é diferente’”, iniciou.

Entretanto, a compra acabou não indo para a frente, e Lucas se tornou o craque que todos conhecem atualmente. Foi vendido ao PSG no final de 2012 após a conquista da Copa Sul-Americana. No final das contas, Renan admite frustração com o episódio.

“No fim, o Maurinho estava com cabeça ruim por problema de joelho. Ele subiu, virou o Lucas e foi a venda de R$ 100 milhões para o PSG. Hoje, eu não sou rico porque o Maurinho não quis [comprar o passe]. Quando encontro com ele, falo: ‘pô, Maurinho, era para estarmos milionários””, disse Renan.