Ex-São Paulo deixa clube do Japão e pode chegar pra ser reserva de Calleri

Já não é segredo para ninguém: mesmo depois das contratações de Erick, Ferreirinha, Damián Bobadilla e Luiz Gustavo, o São Paulo permanece no mercado de transferências na busca por um centroavante. Depois de cogitar nomes como Mastriani e Pedro Raul, o Tricolor pode ter uma oportunidade de repatriar um “made in Cotia”.

  • Você quer fazer apostas em futebol com alta taxa de acerto e ganhar dinheiro usando apenas 2 minutos do seu dia? Nós enviamos dicas gratuitas no WhatsApp. Participe do grupo aqui!

Isto porque o atacante Ademilson, de 30 anos, está livre após não renovar seu contrato com o Machida Zelvia, da segunda divisão japonesa. Cria das divisões de base do São Paulo, o jogador está desde 2015 atuando no futebol asiático, onde já contou com passagens por Yokohama Marinos, Gamba Osaka e Wuhan Three Towns.

Pelo Tricolor, Ademilson soma 15 gols marcados e nove assistências distribuídas em 114 jogos disputados entre os profissionais. Alçado ao time de cima na temporada de 2012, ele foi negociado com o Yokohama Marinos no início de 2015. No Morumbi, Ademilson participou da inédita conquista da Copa Sul-Americana.

Dirigente do São Paulo falou sobre procura por camisa 9

Em bate-papo com o canal “De Pai para Filho”, atração comandada pelo jornalista Nilson César, Muricy Ramalho abriu o jogo e afirmou ter sido complicado achar um jogador para disputar posição com o artilheiro Calleri. O dirigente, inclusive, fez questão de afirmar que uma nova contratação não chegaria para ser uma sombra ao argentino.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

“O Calleri não precisa de sombra, é um cara muito profissional, mas claro que às vezes a gente precisa descansar ele. Ele dá a vida. Acaba o jogo parece que ele foi pra uma guerra. A gente precisa de um centroavante, mas é difícil. Estrangeiro a gente não pode, e estrangeiro 9 também é caro”, afirmou o coordenador de futebol.

Por fim, se curtiu a matéria não deixe de acessar com frequência o Portal do São Paulino.