Ex-atacante Osvaldo revela ser viciado em drogas

A dependência química, invarialmente, torna-se assunto dentro do mundo do futebol. Não é raro assistirmos atletas sendo punidos pelo consumo de drogas proibidas e até largando carreiras promissoras por conta do problema. Nesta semana, o tema voltou com força total na imprensa argentina após duras revelações de um ex-jogador.

Criado nas canterias do Huracán e dono de boas passagens por Fiorentina, Bologna, Espanyol, Roma, Juventus, Inter de Milão, Boca Juniors e Seleção Italiana, o ex-atacante Osvaldo, hoje com 38 anos, revelou nas redes sociais estar sofrendo de depressão e admitiu ter vícios em drogas e até problemas financeiros.

“É difícil para mim fazer esse vídeo, pois nunca fiz algo assim. Mas acho que chegou o momento, porque estou bastante desesperado e não estou passando bem. Essa depressão me fez cair em alguns vícios, álcool e drogas. E a verdade é que estou em um momento no qual minha vida está escapando das mãos”, disse.

Bastante emocionado, Osvaldo garantiu estar procurando ajuda psicológica: “Tenho uma doença muito específica. Me falta autoestima, depressão, muitas vezes volto a cair nos vícios de novo. E caio na autodestruição. E isso destrói as pessoas que estão ao meu redor. Praticamente moro sozinho, trancado em casa”.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Daniel Osvaldo se aposentou em 2020 após breve passagem pelo Banfield. Profissionalmente, foram 333 jogos e 103 gols marcados, sendo quatro deles pela Seleção Italiana: “No passado, fui um jogador de elite e uma pessoa completamente diferente. Cheio de segurança e confiança. E hoje sou uma pessoa que não reconheço”.

Por fim, se curtiu a matéria não deixe de acessar com frequência o Portal do São Paulino.