Esse era o salário de Rogério Ceni na época de goleiro no São Paulo

Sem dúvida alguma, Rogério Ceni é o maior goleiro da história do  São Paulo. Além disso, também ocupa o posto de maior ídolo para uma grande parte dos torcedores tricolores. O “Mito” ganhou de tudo defendendo o clube, como dois Mundiais de Clubes, duas Libertadores da América, além do histórico tricampeonato brasileiro. 

Como era de se esperar, ele possuía um dos maiores salários de todo o elenco em sua época de jogador. Quem confirmou isso foi o ex-lateral e atual comentarista Cicinho, que atualmente trabalha no SBT. 

O futebol evolui, e a época era outra. Antes, um salário que hoje é considerado “normal”, era muito alto. Segundo Cicinho, Rogério Ceni embolsava R$ 250 mil por mês pelo SPFC, que era um dos maiores de todo o elenco. 

“Goleiro ganha 300 ‘pau’, e goleiro mediano. Na minha época, o Rogério Ceni ganhava R$ 250 mil e era um salário top. E ele já tinha toda a carreira e dono do São Paulo. O resto era de R$ 150 mil pra baixo”, revelou Cicinho, em entrevista ao Charla Podcast.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Vale destacar que hoje, Rogério Ceni, que atua como treinador do Bahia, tem seus vencimentos mensais perto de R$ 1 milhão, de acordo com informações divulgadas pelo jornalista Jorge Nicola. Vale lembrar que o clube nordestino é controlado pelo Grupo City, conglomerado da Arábia Saudita.

Quanto ganhava Cicinho no São Paulo?

Cicinho se tornou ídolo do Tricolor por ter jogado em uma época de ouro do clube, levantando a Libertadores da América e o Mundial de Clubes em cima do Liverpool. No auge, ele admitiu que ganhava R$ 60 mil por mês. 

“Foram dois anos de São Paulo que eu vivi com premiação. Eu não tocava no salário. Só que eu ganhava R$ 40 mil no primeiro ano e R$ 60 mil no segundo ano. Era um salário legal, mas não dava pra construir uma aposentadoria. Por isso, a gente sonhava em ir para a Europa”, comentou, antes de completar, dizendo que estaria feliz se recebesse R$ 500 mil mensais atualmente:“Hoje em dia, se eu ganhasse 500 (mil por mês). É grana, hein?”.