Essa é incrível fortuna de Jorge Paulo Lemann que foi ligado ao São Paulo

Nem mesmo a forte crise financeira que abateu as Americanas em fevereiro deste ano foi capaz de desestabilizar a enorme fortuna do empresário Jorge Paulo Lemann, um dos acionistas da varejista. Apontado como possível comprador de uma SAF do São Paulo no futuro, ele subiu no ranking global da Forbes.

Segundo a conceituada revista estadunidense de negócios e economia, Lemann passou da 117ª para a 108ª posição no ranking das pessoas mais ricas do Mundo. Com patrimônio líquido de 15,8 bilhões de dólares (cerca de R$ 80,3 bilhões), ele é o segundo brasileiro da lista, ficando atrás apenas de Vicky Safra, viúva de Joseph Safra.

Natural do Rio de Janeiro e ex-jogador de tênis, o empresário é dono da maior cervejaria do mundo, a Ab InBev, além de ser sócio do 3G Capital, controladora de redes como Burger King, Tim Hortons e Kraft-Heinz. Atualmente, ele reside em São Paulo, maior centro econômico do país.

Amigo pessoal de Abílio Diniz, também empresário e são-paulino declarado, Lemann já teve conversas com Julio Casares, atual presidente do São Paulo, durante o ano passado. Mesmo que nunca tenha revelado seu time de coração, a simples amizade com a dupla fez com que Lemann torna-se assunto recorrente nos bastidores são-paulinos.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Confira a lista dos bilionários brasileiros na Forbes

1 – Vicky Safra, 70 anos
Posição no ranking global: 100 (subiu)
Patrimônio líquido: US$ 16,6 bilhões (R$ 84,3 bilhões)

2 – Jorge Paulo Lemann, 83 anos
Posição no ranking global: 108 (subiu)
Patrimônio líquido: US$ 15,8 bilhões (R$ 80,26 bilhões)

3 – Marcel Herrmann Telles, 73 anos
Posição no ranking global: 165 (subiu)
Patrimônio líquido: US$ 10,6 bilhões (R$ 53,85 bilhões)

4 – Eduardo Saverin, 41 anos
Posição no ranking global: 171 (subiu)
Patrimônio líquido: US$ 10,2 bilhões (R$ 51,82 bilhões)

5 – Carlos Alberto Sicupira, 75 anos
Posição no ranking global: 232 (subiu)
Patrimônio líquido: US$ 8,6 bilhões (R$ 43,69 bilhões)

Por fim, se curtiu a matéria não deixe de acessar com frequência o Portal do São Paulino.