Era sonho de consumo do São Paulo e agora tá levando R$ 170 milhões por demissão

Grande sonho de boa parte dos torcedores para assumir o comando técnico do São Paulo em mais de uma oportunidade, o argentino Marcelo Gallardo vive uma situação no mínimo curiosa no Al-Ittihad, da Arábia Saudita. Demitido há mais de um mês, o treinador segue com contrato vigente com o clube saudita.

De acordo com informações do jornal Marca, da Espanha, o motivo é apenas um: financeiro. As partes ainda negociam um acordo para a rescisão que deverá chegar a incríveis R$ 170 milhões. O vínculo de Gallardo é válido até junho de 2025, mas a diretoria do Al-Ittihad decidiu por sua demissão após resultados abaixo do esperado.

Mesmo com um elenco rico e recheado, contando com estrelas como Karim Benzema, N’Golo Kanté e Fabinho, o argentino ficou longe de competir pelo título da Saudi Pro League, ficando “quilômetros” atrás do Al Hilal. Para piorar, o Al-Ittihad ainda foi superado pelo rival local na Champions League da Ásia e na Copa do Rei.

Sem títulos e acumulando uma série de embates com Benzema nos bastidores, Gallardo perdeu força nos bastidores do clube e ficará livre no mercado, sendo já apontado como desejo de times europeus. Antes de se aventurar na Arábia Saudita, o treinador de 48 anos fez história no River Plate, onde também brilhou dentro de campo.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Em longos oito anos no comando técnico do clube, Gallardo alcançou o posto de treinador mais vencedor da história com 13 conquistas ao todo, com destaque para duas da Copa Libertadores da América em 2015 e 2018, uma da Copa Sul-Americana em 2014 e uma do Campeonato Argentino, em 2021.

Por fim, se curtiu a matéria não deixe de acessar com frequência o Portal do São Paulino.