Envolve a FIFA! Novo escândalo estoura no Corinthians

Com patrocínio máster encerrado e na beira de perder o goleiro Carlos Miguel, a situação do Corinthians vai de mal a pior. Como se não bastasse, a equipe comandada pelo técnico António Oliveira está na zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro.

Para piorar, o Alvinegro terá que pagar o Danubio, do Uruguai, pela compra de Franco Delgado, jogador de 19 anos que defende a equipe sub-20. Isso porque o diretor das categorias de base, Claudinei Alves, havia dito que sua contratação foi a custo zero. Vale lembrar que ele assinou até o final de 2027.

Claudinei afirmou isso durante participação no podcast do ex-jogador Marcelinho Carioca: “Atleta veio com parceria, a custo zero, sem envolver nenhum valor de contratação”. De acordo com informações divulgadas pelo portal Meu Timão, o Corinthians aproveitou um crédito que tinha na Fifa para realizar a transação.

Ainda no começo de 2023 (janeiro), o clube havia perdido o meia Keven para o Almería, da Espanha, a custo zero. Depois, o Corinthians obteve o direito a um valor de 400  mil euros (cerca de R$ 2 milhões na época) por conta do “Training Compensation”, que nada mais é do que um mecanismo da Fifa que paga os clubes que formam e treinam os jogadores da base.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

E é justamente desse montante que o Corinthians pagará o Danubio pelos serviços de Franco Delgado.  Ou seja, a afirmação anterior de Claudinei Alves, de fato, estava errada. Contudo, o jogador sequer vem atuando no sub-20. Ele não vem sendo relacionado pelo técnico Danilo, e não entra em campo desde abril. Soma apenas quatro jogos.