Enquanto tem público recorde, no ranking de sócios o São Paulo passa vergonha

Taxada de “modinha” por muitos anos, a torcida do São Paulo prova a cada dia que o rótulo imposto pelos rivais é completamente equivocado. O clube possui a maior média de pagantes na temporada, e em sete partidas, levou 328.271 tricolores ao MorumBis, média de 46.896 por jogo, superando o Flamengo, com 46.389.

Apesar da presença no MorumBis, a torcida não parece tão engajada no plano de sócio torcedor em comparação com outros clubes do país. De acordo com informações divulgadas pelo portal Globo Esporte, o São Paulo é o nono colocado no ranking, com 55.058 pessoas que aderiram ao plano.

O líder do levantamento é o Palmeiras, com 176.521 sócios, ou seja, três vezes mais usuários do que o SPFC. Os outros clubes que passam dos 100 mil são o Internacional (140 mil) e  Grêmio (112 mil). Atlético-MG (77.242) e Flamengo (77.000) fecham os cinco primeiros. 

Uma das propostas de Julio Casares era a reformulação do programa. De fato, algumas melhorias foram feitas, mas não o suficiente para chamar ainda mais atenção dos são-paulinos. Em relação ao ano passado, algumas mudanças foram realizadas, tais como prioridade de compra baseada nas frequências aos jogos 

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Contudo, ainda é pouco para o clube com a terceira maior torcida do Brasil. Do outro lado, o Palmeiras segue arrecadando muito com seu programa de sócio, que independe da fase da equipe em campo. Os torcedores que aderiram aos planos possuem diversas vantagens, tais como descontos em lojas, milhas, cartões personalizados, etc. 

Cabe ao São Paulo saber utilizar o ST ao seu favor e conseguir receitas ainda maiores nos próximos anos, visto que a situação financeira passa longe de ser boa 

 

Ranking de sócios torcedores no Brasil

  • 1. Palmeiras – 176.521
  • 2. Internacional – 140.000
  • 3. Grêmio – 112.075
  • 4. Atlético-MG – 77.242
  • 5. Flamengo – 77.000
  • 6. Bahia – 65.000
  • 7. Fluminense – 61.592
  • 8. Botafogo – 56.419
  • 9. São Paulo – 55.058
  • 10. Vasco – 45.000
  • 11. Corinthians – 43.000
  • 12. Cruzeiro – 42.767
  • 13. Santos – 40.773
  • 14. Athletico-PR – 40.000