Enquanto o Palmeiras gastou R$ 83,9 milhões em reforços, esse foi o valor gasto pelo SPFC

Eternos rivais, São Paulo e Palmeiras já se preparam para se enfrentarem na disputa da Supercopa do Brasil, torneio que reúne os atuais campeões da Copa do Brasil e do Brasileirão. Após acumularem vitórias na 4ª rodada do Paulistão, a dupla se encontrará no Estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, neste domingo (04).

Medindo forças dentro de campo, Tricolor e Alviverde tiveram comportamentos distindos dentro do mercado de transferências nesta janela de verão, embora o número de reforços tenha sido quase o mesmo: quatro para o elenco são-paulino e três para o palmeirense. A diferença fica no valor gasto pelos clubes nas movimentações.

Permanecendo no Allianz Parque mesmo especulado para deixar o clube rumo ao Catar, o técnico Abel Ferreira recebeu os reforços de Aníbal, contratado por R$ 34,4 milhões mais bônus, Bruno Rodrigues, que custou R$ 24,6 milhões na cotação atual, e de Caio Paulista, que foi negociado pelo Fluminense por R$ 20 milhões.

Ao todo, o clube comandado pela empresária Leila Pereira gastou incríveis R$ 83,9 milhões. Enquanto isso, o São Paulo, que ainda vive resquícios da pior crise financeira de sua história, foi mais “comedido” nas contratações de Erick, Luiz Gustavo, Damián Bobadilla e Ferreirinha.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Do quarteto, apenas os dois últimos chegaram após o clube investir valores em suas respectivas contratações. Para tirar Bobadilla do Cerro Porteño, o São Paulo topou pagar cerca de R$ 9,7 milhões. Já para finalmente concretizar a chegada de Ferreirinha, alvo do clube em outras oportunidades, o valor foi de R$ 22 milhões.

Por fim, se curtiu a matéria não deixe de acessar com frequência o Portal do São Paulino.