Dorival recomendou a contratação de Cebolinha, Bruno Henrique e Gabigol pro São Paulo

Ídolo máximo do Flamengo em toda a história do clube, o atacante Gabigol se tornou um dos símbolos da arrancada do clube nos últimos anos. Contudo, isso quase não foi possível devido a uma negociação com o São Paulo.

O Tricolor do Morumbi chegou muito perto de contratar Gabigol no final de 2017. Depois de se livrar do rebaixamento, o técnico Dorival Júnior se reuniu com a diretoria para conversar sobre o futuro da equipe.

“Quando eu me reuni com o Raí, ele me falou: ‘Dorival, eu tenho dinheiro pra contratar um jogador’. E eu falei: ‘Raí, posso te falar uma coisa? Eu não quero que vocês tragam ninguém que não seja a nível de São Paulo, mas eu preciso de um jogador. Um atacante de lado'”, contou o técnico, em entrevista ao jornalista Jorge Nicola, ainda em 2021.

O treinador sugeriu três nomes, que por sinal, jogam juntos atualmente no Flamengo.”Ele me pediu três nomes. Eu dei o do Everton [Cebolinha], do Bruno Henrique e do Gabigol. Estávamos fechados com o Gabigol”, disse Dorival.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

O centroavante estava passando por dificuldades na Inter de Milão, e poderia retomar a sua boa forma no São Paulo em 2018. Havia muito otimismo interno, já que o atleta e o técnico conversavam por telefone sobre como ele jogaria no time.

“Pode perguntar para o Gabriel. Ele, inclusive, pediu para jogar como centroavante e eu falei: ‘tá bom, não tem problema’. A gente conversou umas seis vezes. Eu saí dos Estados Unidos achando que o Gabriel estava contratado”, revelou o treinador, em outra entrevista, à Gazeta Esportiva.

No final das contas, Gabigol acabou retornando ao Santos por empréstimo. Depois de um ano, foi contratado pelo Flamengo, clube no qual permanece até hoje e é um dos grandes ídolos da história, tendo conquistado praticamente todos os títulos possíveis.