Dorival Júnior pediu um contrato melhor e logo foi demitido

Na última semana, Dorival Júnior foi anunciado de forma oficial como o novo treinador da Seleção Brasileira. Ele assume o comando imediatamente após a demissão de Fernando Diniz, e deve ser o técnico na Copa do Mundo de 2026, que será realizada nos Estados Unidos.

Contratado para substituir Rogério Ceni em abril do ano passado, Dorival mudou a mentalidade do grupo, que passou a acreditar que um título seria possível. No final das contas, o Tricolor acabou sendo campeão da Copa do Brasil.

Antes de assumir o comando do Soberano, ele estava desempregado após a decisão da diretoria do Flamengo em não renovar seu vínculo. A atiude foi desaprovada pelos rubro-negros, já que ele tinha acabado de vencer a Libertadores da América e a Copa do Brasil. 

Decisão que se mostrou conturbada durante a última temporada, já que Vitor Pereira, contratado para ser seu substituto, sequer durou até o início do Campeonato Brasileiro. Depois, Jorge Sampaoli também acabou demitido.

Situação vivida no Flamengo em 2013

Por sinal, Dorival havia vivido uma situação parecida ainda em 2013, quando ele não aceitou a proposta de renovação do Flamengo. Na época, recusou a investida por não estar de acordo com o salário oferecido, que era o que o clube poderia pagar na época.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

 “Fui pego de surpresa. Fui até onde pude, tentei alcançar solução com a diretoria. Era um trabalho prazeroso pra mim, mas não chegamos a um consenso, respeito a opção. Entendo o discurso da diretoria do Flamengo, iniciaram um trabalho no clube, respeitado, mas nós tínhamos um projeto. Abri toda situação possível, gostaria de ter permanecido. Sempre acreditei e confiei no trabalho”, disse, na época.

Na temporada em questão, o Flamengo tinha vencido a Taça Guanabara. Mesmo assim, a conquista não teve impacto na decisão dele e do clube. “Mesmo em razão da conquista, acredito que não haveria outra posição. A diretoria está seguindo uma linha. Se tivesse continuado, fatalmente daria certo em algum momento”, finalizou.