Dorival Júnior exclui 4 jogadores da Seleção Brasileira

Depois de sair do São Paulo e assumir a Seleção Brasileira, Dorival Júnior está perto de sua primeira convocação na Amarelinha. Diante da grande expectativa dos torcedores, o treinador deixou claro que não poderá contar com quatro nomes.

Em entrevista concedida à TNT Sports, Dorival revelou que Alisson, Neymar, Matheus Cunha e João Pedro não estarão em sua próxima lista. Na ocasião, o Brasil jogará contra a Inglaterra, no dia 23 de março, e Espanha, três dias depois. 

“Todos esses nomes citados são jogadores importantes e que vêm apresentando destaque em suas equipes. Estariam em uma pré-lista. Em especial alguns jogadores que tiveram lesões mais sérias, casos de Alisson, Matheus Cunha, João Pedro e o próprio Neymar estão totalmente afastados de qualquer possibilidade. Desta lista extensa que temos, alguns destes já não nos possibilitaria uma possível convocação”, disse.

Vale destacar que Neymar teve lesão grave no joelho ainda no ano passado, em duelo contra o Uruguai, pelas Eliminatórias da Copa do Mundo de 2026. A tendência é que ele esteja fora da Copa América deste ano, mas o departamento médico da CBF ainda irá analisá-lo de perto.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Dorival fala sobre convocação de jogador que atuam no Brasil

Um dos pontos que a torcida mais tem dúvida é em relação a quantidade de jogadores que atuam no futebol nacional que serão convocados. Ainda em sua coletiva de apresentação, Dorival havia dito que iria valorizar ainda mais os atletas que disputam o Brasileirão

“Entendemos que estaremos representando nosso país e para isso temos que ter nossos melhores jogadores à disposição. Vamos ter primeiro os amistosos e depois um período na Copa América, onde também desfalcaremos nossos clubes”, comentou.

Desde que Tite ainda era o comandante da Seleção Brasileira, Dorival sempre fez questão de valorizar o peso da camisa do Brasil. Agora no cargo de treinador, ele disse que pretende realizar uma reestruturação para aproximar ainda mais a torcida e os atletas  da Amarelinha.

“Nunca contestei (convocação de jogadores quando estava no clube) porque sempre valorizei muito a convocação. A seleção sempre foi o maior objetivo de um atleta profissional. Temos que ter a sensibilidade do momento de cada clube”, finalizou.