Dorival Júnior ainda não superou Rogério Ceni no São Paulo

Desde a chegada do técnico Dorival Júnior, o torcedor viu o desempenho da equipe se transformar da água para o vinho. Após a demissão de Rogério Ceni, poucos torcedores esperavam que o Tricolor desse uma resposta imediata ao mau momento vivido, e que pudesse dar a volta por cima na temporada.

Dorival acalmou os ânimos no vestiário, e devagar, construiu uma série de 11 jogos de invencibilidade no SPFC. Ele ainda não sabe o que é ser derrota enquanto dirige o time do Morumbi. Nas 11 partidas, o Soberano venceu sete e empatou quatro. 

E na noite desta quinta-feira (1), Dorival pode dar mais um passo importante para a temporada, buscando a vaga nas quartas de final da Copa do Brasil. A equipe recebe o Sport, às 19h30, no Morumbi, pela partida de volta das oitavas do torneio.

Dorival Júnior X Rogério Ceni

Apesar dos ótimos números sob o comando de Dorival, o técnico ainda precisará suar um pouco mais para bater a sequência de seu antecessor, Rogério Ceni. Sob seu comando entre abril e junho de 2022, o Tricolor ficou 14 jogos sem perder. 

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

A diferença é que o aproveitamento de pontos conquistados é pior do que o atual. Na época, o São Paulo venceu seis jogos, somados com mais oito empates. Na época, assim como hoje em dia, não soube o que é derrota no Brasileirão, Copa do Brasil e Sul-Americana. Só sofreu um revés em 16 de junho, jogando contra o Botafogo, no Nilton Santos, no Rio de Janeiro.

Piscando igualar a marca de Ceni, Dorival terá três confrontos importantes. Primeiro, recebe o Sport nesta quinta. Em seguida, no domingo (4), encara o Grêmio, em Porto Alegre. E já na próxima terça-feira (8), duela contra o Tolima, no Morumbi, pela Copa Sul-Americana.