Dirigente do Boca Juniors confirma interesse em James Rodríguez

James Rodríguez não entra em campo pelo São Paulo desde 29 de abril, quando atuou por somente cinco minutos no empate sem gols contra o Palmeiras, no Morumbis, pelo Campeonato Brasileiro. Ele sequer vem sendo relacionado pelo técnico Luis Zubeldía e pode dar adeus ao Tricolor em breve.

O colombiano vem sendo especulado em diversos clubes, tanto da América do Sul como dos Estados Unidos, México e Arábia Saudita. Dentre esses aparece o Boca Juniors, da Argentina, que poderia levá-lo à Bombonera a partir de julho, data de abertura da janela de transferências. 

Por sinal, os rumores de uma transferência do Boca chegaram a Chicho Serna,que faz parte do departamento de futebol do time argentino. Ele comentou sobre a situação em entrevista recente ao  programa VBar Caracol, da Rádio Caracol, da Colômbia.

“Quem não gostaria de ter James Rodríguez em seu time? Há muitos rumores aqui, principalmente com a aproximação do mercado. Vi nas redes que o nome de James apareceu. Ele é um jogador de classe mundial. Ele joga e brilha. Mas daí até tê-lo há um longo caminho para dizer ‘vamos pelo James’, mas nem para dizer que não estamos interessados”, comentou.

Apesar de ter empolgado os torcedores xeneizes, o diretor fez questão de salientar que não há qualquer conversa pela contratação de James dentro do Boca. Junto a isso, ele destacou que contratar um atleta do futebol brasileiro é uma questão complicada. 

“Repito, hoje surgiram notícias, mas dizer que nós, no Comité ou no Conselho, analisamos uma possibilidade, não. Não estamos contemplando isso, mas não porque não estejamos interessados, mas porque acho que James é um grande jogador de futebol e estando no Brasil não é fácil trazê-lo porque a competição é muito forte”, finalizou.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Casares fala sobre possível saída de James

Em entrevista recente à ESPN, o presidente Julio Casares foi questionado sobre o futuro de James Rodríguez. O mandatário explicou a situação do colombiano, e não descartou uma saída na próxima janela de transferências. Vale destacar que o meia tem contrato com o São Paulo até o meio de 2025.

“James não está jogando ou sendo escalado, mas a vinda dele já ajudou o São Paulo. A chegada dele colocou o São Paulo num patamar de competitividade esportiva, veio o Lucas junto. São Paulo passou a ser protagonista de grandes contratações. O jogador às vezes não se adequa dentro do campo por questão física ou de escolha técnica. Se o James tiver o caminho de saída, será natural como foi o caminho de chegada Deixamos para o técnico e comissão técnica decidir”, disse.