Destaque do São Paulo de R$ 275 milhões deve ganhar chance com novo técnico

Depois de um momento conturbado após a saída de Dorival Júnior para a Seleção Brasileira, a pré-temporada do São Paulo continua a todo o vapor no CT da Barra Funda. A diferença está nas atividades diárias, que agora são comandadas pelo técnico Thiago Carpini.

O treinador de 39 anos estava no comando do Juventude, e fez uma bela campanha na Série B, quando assumiu o time na zona do rebaixamento e terminou em segundo lugar.  Além do modo de jogar, Carpini pode dar uma sobrevida a alguns nomes do elenco.

O atacante Talles Wander era um dos jogadores que, ao que tudo indicava, estavam fora dos planos da comissão técnica de Dorival Júnior. Com a troca de comandantes, o jovem formado em Cotia pode ganhar uma nova chance.

Segundo informações divulgadas pelo portal Avante Meu Tricolor, a ideia inicial era emprestar o jogador nesta temporada para o mesmo ganhar mais experiência. Ele é tratado como uma joia da base, e tem uma multa rescisória avaliada em 50 milhões de euros (R$ 275 milhões).

Depois de brilhar na base e disputar apenas dois jogos no profissional em 2023, Talles Wander atraiu interesse de outros clubes. Caso Carpini o enxergue como uma alternativa interessante para o ataque, ele deve ficar no Morumbi. Recentemente, assinou uma renovação até o final de 2026.

“As minhas expectativas são as melhores possíveis. Espero chegar ao profissional e conseguir muitos títulos com essa camisa pesada. Quero dar o meu melhor sempre em todos os treinos e jogos para ajudar minha equipe, e dar orgulho para minha família e para a torcida tricolor”, disse o jovem de 20 anos.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Talles Wander foi elogiado por Rogério Ceni

Por sinal, Talles Wander já interessava ao técnico Rogério Ceni, que elogiou o jogador no começo do ano passado. Na época, o mesmo ainda não havia assinado a renovação, e era o artilheiro da Copinha com cinco gols marcados.

“Se o Calleri sai do jogo, quem tem o poder de segurar a bola? Não tem. Na base tem bons jogadores, como o 9, o menino Talles Wander. Fez gols na Copinha, mas não tem contrato. Não tem contrato, não sobe. Acho que a diretoria está certa nesse sentido”, disse Ceni.