Daniel Alves vai ganhar saidinha de Natal na Espanha? Revelado

Daniel Alves segue preso de maneira preventiva desde o dia 20 de janeiro. O brasileiro é acusado de ter estuprado uma mulher de 23 anos em uma boate em Barcelona, ainda no final de dezembro do ano passado.

O atleta passou por diversas controvérsias durante o período que esteve detido no Centro Penitenciário Brians 2, nos arredores da capital da Catalunha. Primeiro, ele negou ter tido qualquer tipo de relação sexual com a jovem.

 Após a realização de exames e a comprovação de que haviam restos de sêmen do atleta na mulher e na boate, ele admitiu que de fato houve relação, mas de forma consensual. Após as investigações, que já foram realizadas, o brasileiro aguarda o veredito.

O julgamento foi marcado nesta semana, e segundo anúncio e divulgação do Tribunal de Barcelona, deverá acontecer nos dias 5 a 7 de fevereiro de 2024. Ainda não se sabe se ele será aberto ao público ou à imprensa. Mas a situação de Daniel piora a cada dia.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

A defesa da vítima não aceita nenhum tipo de acordo com o jogador, e pede uma pena de 12 anos na cadeia, o máximo para este tipo de crime. Além disso, terá que pagar uma indenização avaliada em cerca de R$ 800 mil.

Muitos ficaram em dúvida em relação às datas comemorativas e se Daniel Alves terá direito a famosa “saidinha”, termo que se tornou popular para a liberação temporária de um preso em datas comemorativas, como o Natal. Contudo, diferentemente do Brasil, a Espanha não dará este direito ao brasileiro.