Daniel Alves receberá R$ 24,7 milhões da Espanha após deixar a prisão

Daniel Alves foi condenado a quatro anos e meio de prisão por estupro, crime cometido em dezembro de 2022 contra uma mulher espanhola, a boate Sutton, localizada em Barcelona. No mesmo dia em que saiu a sentença definitiva do brasileiro, a Justiça espanhola também divulgou que ele teria 1,2 milhão de euros (cerca de R$ 6,45 milhões na cotação atual) a receber.

O valor em questão será depositado pelo Fisco da Espanha. Anteriormente, ele entrou em contato com a Receita Federal do país para alegar irregularidades na tributação dos valores cobrados da intermediação do agente Joaquín Manacás. O caso ocorreu durante a sua renovação contratual com o Barcelona em 2013 e 2014.

Os advogados do brasileiro alegam que o empresário e agente estava agindo em nome do clube e não dele. Depois de anos, o caso foi decidido pela Justiça, que deu favor ao ex-jogador da Seleção Brasileira, que receberá o valor citado anteriormente.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Esta não foi a primeira vez que Daniel Alves venceu o fisco espanhol na Justiça. Em novembro do ano passado, quando já estava preso de maneira preventiva pelo estupro, a Fazenda da Espanha foi condenada a pagar  3,4 milhões de euros ( cerca de R$ 18,27 milhões). O montante seria relativo a cobranças irregulares ao brasileiro.

Daniel Alves recebeu liberdade condicional

Na última segunda-feira (25), Daniel Alves pagou a fiança de 1 milhão de euros (cerca de R$ 5,4 milhões) e saiu da prisão após seu pedido de liberdade condicional ter sido aceito pela Justiça. Ele aguardará em liberdade a decisão da segunda instância, já que tanto a defesa quanto a da vítima entraram com recurso após o julgamento. Ele foi condenado a quatro anos e meio de prisão. Como suas contas estão bloqueadas, recebeu ajuda externa para realizar o pagamento.