Daniel Alves recebe “prêmio” depois de ser condenado

Condenado pela Justiça da Espanha no último mês a quatro anos e meio de prisão em regime fechado por estupro, o lateral-direito Daniel Alves, dono de polêmica passagem pelo São Paulo entre 2019 e 2021, continua sendo tema de discussões na imprensa esportiva e policial. Desta vez, graças ao seu número de seguidores.

Preso desde janeiro do ano passado, após ser acusado de agressão sexual em uma boate de luxo na cidade de Barcelona por uma mulher de 23 anos, o brasileiro ganhou mais de 20 mil novos seguidores no Facebook segundo a plataforma Crowdtangle. O “prêmio”, no entanto, não será capaz de balancear uma perda significativa.

Daniel Alves Julgamento 1 e1707241186168
Daniel Alves no primeiro dia do seu julgamento em Barcelona — Foto: Jordi Borràs / AC

No Instagram, hoje considerado a principal rede social do planeta, Daniel perdeu incríveis 2 milhões de seguidores após realizar sua última publicação no dia 18 de janeiro de 2023. Por lá, o ídolo do Barcelona soma 36,4 milhões de seguidores, entre eles atletas como Neymar Jr., Casemiro, Ronaldinho e até Lionel Messi.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Advogada quer tirar Daniel Alves da cadeia

Julgado no último mês, Daniel Alves tem até esta semana para apresentar um recurso contra a sentença imposta pela juíza Isabel Delgado Pérez, da 21ª Seção da Audiência de Barcelona. Mas Inés Guardiola, sua advogada principal, quer ir além disso. Ela busca que Daniel espere o resultado dos recursos em liberdade.

Pedindo a absolvição do jogador, ainda com o argumento de que a relação sexual teria sido consensual, Inés Guardiola espera reduzir a pena de Daniel Alves para apenas um ano e meio, o deixando livre a partir de julho. Para isso, a advogada alega que os 150 mil euros pagos à denunciante funcionam como reparação de danos.

Por fim, se curtiu a matéria não deixe de acessar com frequência o Portal do São Paulino.