Daniel Alves precisaria trabalhar menos de 2 meses para pagar a fiança

Condenado a quatro anos e meio de prisão na Espanha no último mês, o ex-lateral Daniel Alves voltou a ser pauta da imprensa nesta semana. Tudo porque a 21ª Seção do Tribunal de Justiça de Barcelona aceitou o quinto pedido por parte da defesa do brasileiro e o concedeu o benefício da liberdade provisória.

O órgão, que julgou a possibilidade entre terça e quarta-feira, decidiu deixar Daniel livre enquanto analisa os recursos apresentados por ambas as partes envolvidas no caso de suposta agressão sexual por parte do jogador a uma jovem de 23 anos em uma boate de luxo de Barcelona em dezembro de 2022.

Para ter direito ao benefício, o ex-São Paulo terá de respeitar alguns pontos impostos pela Justiça. Entre eles está o pagamento de uma fiança de 1 milhão de euros (R$ 5,4 milhões). O valor pode parecer enorme para boa parte dos brasileiros, mas para Daniel Alves, dono de uma verdadeira fortuna, chega a ser irrisório.

De acordo com o site “Capology”, especialista na cobertura das folhas de pagamento da elite do futebol mundial, o ex-lateral somou incríveis 63,6 milhões de euros brutos (R$ 345,3 milhões) em salários só nos últimos dez anos de sua carreira. Em resumo, o valor da fiança imposta é menor que 2 meses do salário recebido por Daniel.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Relembre a carreira de Daniel Alves

  • Bahia – 2001/2002 – 33 jogos e cinco gols
  • Sevilla – 2002/2008 – 249 jogos, 15 gols e cinco assistências
  • Barcelona – 2008/2016 – 391 jogos, 21 gols e 77 assistências
  • Juventus – 2016/2017 – 33 jogos, cinco gols e seis assistências
  • PSG – 2017/2019 – 73 jogos, oito gols e 15 assistências
  • São Paulo – 2019/2021 – 95 jogos, dez gols e 14 assistências
  • Barcelona – 2021/2022 – 17 jogos, um gol e quatro assistências
  • Pumas – 2022 – 13 jogos e quatro assistências

Por fim, se curtiu a matéria não deixe de acessar com frequência o Portal do São Paulino.