Daniel Alves não tem outra saída e bate na porta de banco para pedir dinheiro

Um mês após ser condenado a quatro anos e meio de prisão por agressão sexual pela Justiça da Espanha, o ex-lateral Daniel Alves voltou a movimentar os principais portais de notícias do país europeu e do Brasil. O motivo? A 21ª Seção do Tribunal de Justiça de Barcelona decidiu acatar o seu quinto pedido de liberdade provisória.

Por maioria de votos, o órgão optou por dar o benefício ao brasileiro para que ele acompanhe, de fora da prisão, os recursos apresentados pelas partes envolvidas no caso quanto ao seu julgamento. Para isso, o ex-São Paulo terá de cumprir algumas sanções, entre elas o pagamento de 1 milhão de euros (R$ 5,4 milhões) em fiança.

Mas, como está impedido de movimentar parte do dinheiro que possui, devido a uma disputa judicial no Brasil com a ex-esposa Dinorah Santana, Daniel Alves tem encontrado dificuldade em levantar o valor para sair do Centro Penitenciário de Brians II. Familiares e amigos do jogador estariam correndo para juntar o dinheiro.

Ines Guardiola
Inés Guardiola, advogada de Daniel Alves, no Tribunal Superior de Justiça da Catalunha — Foto: REUTERS/Bruna Casas

Assim que a novidade quanto a liberdade foi noticiada, o “La Vanguardia” garantiu que o pai de Neymar Jr. seria o responsável por pagar a fiança, tendo se comprometido a ajudar Daniel financeiramente durante o processo. Ele, no entanto, descartou a possibilidade. Em meio as incertezas, sua defesa também se movimentou.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Também segundo o “La Vanguardia”, um banco não revelado se comprometeu a fornecer o dinheiro, com o qual a equipe de advogados do jogador pretende tirá-lo da cadeia. Para o ex-São Paulo sair da prisão ainda nesta sexta-feira, dia 22, o pagamento deve ser feito até 14h no horário local (10h de Brasília).

Por fim, se curtiu a matéria não deixe de acessar com frequência o Portal do São Paulino.