Daniel Alves gasta salário minímo em almoço num restaurante de luxo

Senenciado a quatro anos e meio de prisão por violência sexual na Espanha, Daniel Alves está livre após ter seu pedido de liberdade provisória aceito. Ele precisou pagar uma fiança de 1 milhão de euros (cerca de R$ 5,4 milhões) , além de cumprir outras imposições da Justiça espanhola.

Enquanto isso, o brasileiro vem aproveitando a vida após 14 meses preso no Centro Penitenciário Brians II. Recentemente,ele foi encontrado por um jornalista do jornal “El Periodico”.

De acordo com o profissional, Daniel estava almoçando no Mr. Porter Steakhouse, uma churrascaria de luxo em Barcelona. Ao seu lado estava seu amigo Bruno Brasil, e no total, a refeição custou 233 euros (R$ 1,2 mil), paga pelo ex-lateral da Seleção Brasileira.

Ainda de acordo com o veículo citado, Daniel Alves e seu amigo pediram: Ossobuco de cordeiro assado a fogo lento, carne wagyu bem passada, pimentões picantes, alho-poró assado e polenta trufada. Além de um vinho francês, um café, e de sobremesa, um sorvete tailandes de manga com raspas de limão.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

“Onde quer que eu vá, sobrevivo. Eu me adapto a tudo, porque para mim não é o lugar que faz a pessoa, e sim a pessoa que faz o lugar”. É isso o que me cabe. Eu também não tenho muito mais para fazer”, teria dito o brasileiro ao El Periódico.

SPFC continua pagando Daniel Alves

Mesmo condenado, Daniel Alves continuará recebendo dinheiro do São Paulo relacionado ao acordo da rescisão de contrato em 2021, junto às dívidas que o clube já tinha com o atleta.  Segundo o próprio presidente Julio Casares, cerca de R$ 450 mil caem na conta do ex-lateral todo mês.

 “Todo mês, por exemplo, eu pago R$ 450 mil para o Daniel Alves, que hoje enfrenta problemas na Justiça na Espanha. Na saída dele, fizemos uma confissão de dívida e um acordo que baixou a dívida para R$ 25 milhões. Estamos pagando”, disse o mandatário,  em entrevista à Folha de São Paulo.