Daniel Alves é avisado sobre R$ 6,45 milhões e agora pode ficar livre mais rápido

Daniel Alves, ex-jogador do São Paulo, receberá 1,2 milhão de euros do Fisco Espanhol (aproximadamente R$ 6,45 milhões), conforme decisão judicial favorável. A situação envolveu a discordância na tributação dos serviços de intermediação do agente Joaquín Macanás durante a renovação de seu contrato com o Barcelona entre 2013 e 2014.

O jogador foi condenado a 4 anos e 6 meses de prisão por estupro, na Espanha, e recebeu a pena no mesmo dia da decisão sobre a compensação financeira. Quem trouxe a informação curiosa foi o jornal La Vanguardia.

Ainda em novembro, enquanto detido preventivamente por agressão sexual, Daniel Alves obteve outra vitória sobre o Fisco Espanhol, que foi condenado a pagar 3,4 milhões de euros (aproximadamente R$ 18,27 milhões) por valores cobrados de forma indevida. Os advogados do jogador buscam receber rapidamente os 1,2 milhão de euros com o objetivo de utilizar o montante para auxiliar na libertação do ex-São Paulo. A defesa argumenta que ele não possui antecedentes, tem endereço fixo no país e já entregou o passaporte.

É importante ressaltar que as contas de Daniel Alves se encontram bloqueadas devido a outro caso judicial no Brasil. Este caso está relacionado à falta de pagamento da pensão alimentícia para os dois filhos, Daniel e Vitória, fruto do relacionamento com Dinorah Santana, sua ex-mulher. Diante da situação, a estratégia da defesa inclui a proposta de um depósito como garantia perante a Justiça, visando assegurar que o jogador não tentará escapar. Não obstante, esse bloqueio fez com que o lateral recorresse a ajuda de Neymar, o mesmo transferiu cerca de R$ 800 mil como indenização à vítima, bem como redução de sua pena.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.