Dagoberto recebeu dois convites para voltar a jogar bola e respondeu na hora

Rei do futebol, Edson Arantes do Nascimento, o Pelé, encerrou sua vitoriosa carreira sendo o jogador com mais títulos do Campeonato Brasileiro: seis conquistas ao todo. Mas você sabe quem vem logo atrás de vossa Majestade? Trata-se de um ídolo do São Paulo: Dagoberto. O ex-atacante é dono de cinco taças, duas delas pelo Tricolor.

Cria das divisões de base do Athletico-PR, onde foi campeão nacional em 2001, o ‘Dagol’ chegou ao Morumbi em 2007 para conquistar mais dois Brasileirões em 2007 e 2008. Ele ainda venceria outros dois com a camisa do Cruzeiro entre 2013 e 2014. O artilheiro ainda passaria por Vasco da Gama e Vitória antes de encerrar a carreira pelo Londrina em 2019.

Mesmo longe dos gramados, Dagoberto ainda foi cobiçado no mercado. Ao menos é o que o próprio atacante garantiu em uma publicação em seu perfil oficial no Instagram em outubro de 2021. Na ocasião, utilizando-se de fotos com as camisas de Cruzeiro e São Paulo, o ex-jogador afirmou ter recebido dois convites para voltar a atuar.

“Será que a galera quer ver o Dagol de volta aos gramados? 2 convites na mesa, aceito os dois, galera?”, disse. Nos comentários, torcedores dos dois clubes celebraram o atacante. A indagação, no entanto, não passou de uma provocação. Já com 38 anos de idade na época, Dagoberto descartou um retorno aos gramados.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Dagoberto está em lista seleta do São Paulo

Aposentado dos gramados desde 2019, o ex-atacante Dagoberto permanece em uma seleta lista do São Paulo: ele é o quinto maior artilheiro do clube no Século XXI. Com 61 gols marcados em 184 partidas disputadas, o ‘Dagol’ só é superado por Luís Fabiano, líder com 212 gols, Rogério Ceni, com 112, França, com 69, e Luciano, com 62.

O atual camisa 10 são-paulino, inclusive, ultrapassou o ex-atacante nesta temporada. O Top 10 ainda conta com Jonathan Calleri, dono de 59 gols, Hernanes, com 56, Borges, com 54, Kaká, com 51, e Alexandre Pato, com 49.

Por fim, se curtiu a matéria não deixe de acessar com frequência o Portal do São Paulino.