Culpado? Ganso esteve nas duas humilhações brasileiras nas finais do Mundial

Sonhando com o inédito título do Mundial de Clubes após conquistar a Copa Libertadores da América pela primeira vez em sua história no último mês, o Fluminense não foi páreo para o Manchester City de Pep Guardiola. Em um jogo com poucas alternativas, o time comandado por Fernando Diniz foi superado pelo placar de 4 a 0.

Julián Álvarez (dois), Nino (contra) e Phil Foden marcaram os gols do histórico triunfo inglês no Estádio King Abdullah, em Jeddah, na Arábia Saudita. Um filme que se repete para um dos nomes mais importantes do elenco do Tricolor Carioca: Paulo Henrique Ganso. Há 12 anos, o meia sofria a mesma goleada contra o mesmo Guardiola.

Na época defendendo as cores do Santos ao lado de Neymar e companhia, Ganso foi vítima do que consideram a melhor versão do Barcelona, um time que contava com craques como Lionel Messi, Andrés Iniesta, Xavi e Cesc Fábregas. Em partida disputada no Estádio Internacional de Yokohama, no Japão, o placar também foi de 4 a 0.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Brasil não vence o Mundial de Clubes desde 2012

Com o Fluminense falhando na busca pelo sonhado título, o futebol brasileiro chega aos 11 anos sem conquistar o Mundial de Clubes da FIFA. A última conquista foi a do Corinthians, de Tite, sobre o Chelsea, da Inglaterra, em dezembro de 2012.

De lá para cá, o país acumula quatro vice-campeonatos: Grêmio (2017), Flamengo (2019), Palmeiras (2021) e Fluminense (2023). Antes do Alvinegro levantar a Taça, Internacional, em 2006, e São Paulo, em 2005, também conquistaram a honraria.

Por fim, se curtiu a matéria não deixe de acessar com frequência o Portal do São Paulino.