Cria do São Paulo foi demitido por Ronaldo Fenômeno após criticar clube

Revelado pelo São Paulo no início dos anos 2000, o ex-meia Julio Baptista, hoje com 42 anos, dá o seus primeiros passos na carreira como treinador após pendurar as chuteiras em 2018. Seu primeiro trabalho na área técnica, no entanto, terminou cercado de polêmicas e com críticas a um ex-companheiro de Seleção Brasileira.

Comandante do time B do Real Valladolid, clube espanhol do qual o ex-atacante Ronaldo Nazário é acionista majoritário, Baptista foi demitido após criticar publicamente a gestão e a comissão técnica do time principal. Segundo ele, os maus resultados da equipe na quarta divisão da Espanha eram culpa da administração.

Para o ex-São Paulo, a constante interferência da comissão técnica do uruguaio Paulo Pezzolano, ex-treinador do Cruzeiro, atrapalhou o seu trabalho no clube espanhol. Comandante da equipe principal, Pezzolano frequentemente convocou jogadores do “Valladolid Promesas”, como é chamada a equipe B, para o time de cima.

A declaração de Baptista não caiu bem aos ouvidos da gestão de Ronaldo. Ao comunicar a saída do brasileiro e sua comissão, o clube fez um agradecimento e “desejou a melhor das sortes” aos profissionais. Cria do São Paulo, Julio Baptista ainda atuou por Sevilla, Real Madrid, Arsenal, Roma, Málaga, Cruzeiro e Orlando City.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Por fim, se curtiu a matéria não deixe de acessar com frequência o Portal do São Paulino.