Corinthians tenta DEMITIR jogador e leva invertida pra diversão dos rivais

Campeão Olímpico pela Seleção Brasileiro em 2016 e grande nome da conquista do Grêmio na Copa Libertadores da América de 2017, o meia-atacante Luan chegou ao Corinthians em dezembro de 2019 cercado de expectativas. Tanto que o Alvinegro não se importou em pagar 5 milhões de euros (R$ 22,7 milhões à época) por 50% do jogador.

O negócio, que encheu a torcida corintiana de esperança, provou-se um verdadeiro erro e dá dores de cabeça ao Corinthians até hoje. Sem desempenhar o mesmo futebol dos tempos de Grêmio, Luan foi procurado pela direção do clube, mais uma vez, para uma rescisão contratual.

Sem ser opção no elenco comandado por Vanderlei Luxemburgo, o meia-atacante não recebeu qualquer sondagem desde que encerrou seu vínculo por empréstimo com o Santos. Por conta disso, Luan permanece irredutível quanto a encerrar seu contrato com o Corinthians de forma precoce. Ele tem acordo válido até dezembro deste ano.

Luan não entra em campo desde o dia 10 de novembro, quando defendeu o Santos na derrota por 3 a 0 para o Botafogo pelo Brasileirão de 2022. Com a camisa do Corinthians a ausência é ainda maior: desde 19 de fevereiro de 2022, quando enfrentou o Botafogo-SP pelo estadual.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Corinthians tem quarta maior dívida do futebol brasileiro

Tentando se livrar do salário astronômico de Luan, o Corinthians apresentou números preocupantes quanto a sua atual dívida. Segundo dados da empresa Ernest Young, especializada em finanças, o Alvinegro do Parque São Jorge tem a quarta maior dívida dentro do futebol brasileiro.

Avaliada em R$ 927 milhões, a dívida corintiana só não é maior do que as de Atlético-MG (R$ 1,6 bilhão), Cruzeiro (R$ 1,3 bilhão) e Botafogo (R$ 1,04 bilhão). Também vivendo complicada vida financeira, o São Paulo aparece na oitava colocação do ranking com R$ 587 milhões.

Por fim, se curtiu a matéria não deixe de acessar com frequência o Portal do São Paulino.