Corinthians tem dois pedidos de “demissão”

Afundado em uma crise sem precedentes, o Corinthians está envolvido em mais uma grande polêmica. Na manhã desta sexta-feira (6), a casa de apostas VaideBet comunicou ao clube que rompeu unilateralmente o contrato de patrocínio máster assinado no início desta temporada ao acionar a cláusula anticorrupção.

O término do “casamento” vem após a VaideBet se incomodar com o noticiário recente corintiano e um possível pagamento a uma empresa “laranja” por intermediário do negócio. O caso, inclusive, está em investigação na Polícia Civil. O novo capítulo da crise corintiana ainda promoverá uma série de mudanças na diretoria.

Horas após o anúncio do distrato, dois diretores de cargos importantes decidiram deixar a cúpula da direção comandada pelo presidente Augusto Melo. São eles: Rozallah Santoro, diretor financeiro, e Fernando Alba, diretor-adjunto de futebol. Segundo informações do ge.globo, a dupla entregará seus respectivos cargos.

A decisão foi tomada em conjunto pelos membros do Movimento Corinthians Grande, grupo político que dá sustentação à atual gestão. Os membros do grupo alegam que Augusto Melo não cumpriu promessas de campanha e nem deu autonomia aos dirigentes. A ideia de “desembarcar” da gestão já vinha sendo debatida nos bastidores.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Veja a nota oficial do Corinthians sobre a rescisão

“O Sport Club Corinthians Paulista informa a descontinuidade do contrato de patrocínio máster com a VaideBet. Em decorrência das instabilidades recentes, provocadas por acusações que seguem em investigação, a empresa preferiu rescindir o acordo que havia firmado com o clube até o fim de 2026.

O Corinthians lamenta que o parceiro comercial tenha encerrado o maior acordo de marketing esportivo do Brasil – do qual a empresa se beneficiou a ponto de sair de uma casa de apostas desconhecida para a segunda colocação no setor em apenas cinco meses – sem que houvesse nenhuma conclusão das investigações relacionadas ao intermediário da negociação.

Vale ressaltar que o Corinthians é o maior interessado em resolver a questão citada. Por isso, não está medindo esforços para que os fatos sejam elucidados, seja por meios próprios, por terceiros ou na colaboração junto às autoridades”.

Por fim, se curtiu a matéria não deixe de acessar com frequência o Portal do São Paulino.