Corinthians se afunda em dívidas e pode acabar rebaixado

Na última terça-feira (30), o Corinthians chegou a três derrotas consecutivas neste início de Campeonato Paulista, quando perdeu por 2 a 1 para o São Paulo, na Neo Química Arena. A derrota marcou o fim do tabu de quase 10 anos sem perder para o SPFC em Itaquera. 

Apesar das performances ruins dentro de campo, a situação do clube fora dele é ainda mais preocupante. Em meio a dívidas milionárias e problemas internos (tanto administrativos quanto em campo), o clube pode acabar com o Santos no ano passado e cair para a Série B.

De acordo com informações divulgadas pelo UOL Esporte, o Corinthians deve exatos R$ 217 milhões para sete empresários do futebol, com os nomes não revelados. Alguns débitos estão em vigor desde 2010, e um deles chega a incríveis R$ 60 milhões.

Recentemente, a Justiça de São Paulo solicitou o bloqueio de R$ 38,8 milhões da conta do clube após processo da Pixbet, casa de apostas que era a patrocinadora do Alvinegro até o início deste ano.

A empresa cobra R$ 20 milhões por conta do contrato de exclusividade com casas de apostas esportivas. O Corinthians fechou um acordo com a VaideBet, ainda na primeira semana de janeiro, algo que não agradou a concorrente.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

A Pixbet também está cobrando uma parte do valor de luvas que foi pago ao clube. Como o contrato foi encerrado, o Corinthians deverá retornar uma parte do montante. Tinha contrato até 2025.

Por fim, o Corinthians terá que desembolsar o valor de R$ 1,9 milhões ao zagueiro Robson Bambu, que teve passagem apagada pelo clube do Parque São Jorge. Segundo o portal Meu Timão, serão 16 parcelas totais até abril de 2025. A dívida se deu por pagamentos atrasados da parte do clube.