Corinthians pode impedir que R$ 63 milhões sejam depositados na conta do São Paulo

Em meio aos Estaduais, os clubes continuam em negociações com a Libra pelos direitos de transmissão do Campeonato Brasileiro. De acordo com informações divulgadas pelo jornalista Danilo Lavieri, do UOL, os clubes receberam uma oferta de R$ 650 milhões adiantados pela assinatura. Contudo, o acordo depende do Corinthians e do Santos.

O montante equivale a 10% do contrato de cinco anos previsto entre os anos de 2025 a 2029. Por hora, o valor combinado foi de R$ 1,3 bilhão por temporada, totalizando R$ 6,5 bilhões no período citado, segundo Lavieri.

Dito isso, 3% do valor iria para os clubes da Série B, ou seja, R$ 19,5 milhões. Enquanto isso, o restante (97%) seria dividido igualmente entre as equipes do bloco: Flamengo, Palmeiras, Corinthians, São Paulo, Red Bull Bragantino, Grêmio, Atlético-MG, Bahia, Vitória e Santos, caso todos estejam na Série A.

Assinatura depende de Corinthians e Santos, que podem acabar com o negócio

Apesar da expectativa alta, Corinthians e Santos confirmaram, segundo Danilo Lavieri, que irão escutar o que a Liga Forte União tem a oferecer. O bloco adversário enviou uma nova oferta de um valor mínimo garantido e um empréstimo realizado pela empresa XP, algo que já estava na pauta há um tempo.

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

Ou seja, ambos os clubes podem acabar deixando a Libra, forçando uma nova rodada de conversas e negociações do bloco com o restante dos clubes envolvidos. Ou seja, os valores seriam alterados e os clues, como o próprio São Paulo, podem acabar recebdo uma fatia muito menor do que o esperado.