Corinthians passa vergonha ao ser recusado por dirigente

Visando uma reformulação geral no departamento de futebol, o Corinthians estava atrás de Rodrigo Caetano, diretor de futebol do Atlético-MG, para assumir o cargo no clube paulista. Contudo, o profissional bateu o martelo nesta quinta-feira (14) e recusou a oferta corintiana. 

O “não” ao Corinthians partiu da decisão do próprio dirigente, que se encontra feliz em Belo Horizonte junto a sua família. Inclusive, ele participará de uma entrevista coletiva com o presidente Sérgio Coelho e do CEO Bruno Muzzi, segundo divulgação do Atlético. 

“O Galo informa que o diretor de futebol Rodrigo Caetano segue no Clube. Nesta segunda-feira (18), inclusive, ele participará de entrevista coletiva ao lado do presidente reeleito, Sérgio Coelho, e do CEO Bruno Muzzi.Embora tenha sido procurado por outros clubes, Rodrigo Caetano decidiu seguir seu compromisso com o Galo, onde tem trajetória bastante vitoriosa (…)”, publicou o clube.

Rodrigo Caetano tem contrato com o Atlético-MG até o final de 2026, mas seu vínculo prevê a retirada da multa rescisória a partir de janeiro de 2024. Mesmo “livre” para sair, ele optou por rejeitar o Corinthians e ficar no Galo

Participe agora do nosso grupo exclusivo do Whatsapp, Telegram ou acesse nossas comunidades.

A permanência foi muito comemorada internamente, já que a própria diretoria tentou de tudo para mantê-lo no cargo nas últimas semanas. Inclusive, o portal Goal revelou que houve uma reunião na última sexta-feira (8) junto aos investidores do clube para iniciar o planejamento de 2024.

A partir desse encontro, o Atlético demonstrou otimismo em relação a permanência do dirigente, que já está em contato direto com a comissão técnica para trazer os atletas pedidos por Felipão para a próxima temporada.